Pesquisar

O vale glaciário da Serra da Estrela

Tem 13 quilómetros de extensão o maior vale glaciar da Europa e pode ser visto na Serra da Estrela. Formado durante a última glaciação, há milhares de anos, é um exemplo de como estes fenómenos modelaram a natureza, originando paisagens únicas.

Na era quaternária ocorreram transformações profundas na superfície terrestre causadas por grandes mudanças climáticas, com temperaturas a oscilarem entre um frio muito intenso e valores mais moderados. Durante as glaciações, as regiões mais altas do planeta ficavam cobertas por espessas camadas de gelo que derretiam nos períodos interglaciares.

Foi na última glaciação que uma imensa língua de gelo deu origem ao Vale Glaciar do Zêzere, uma zona extensa que atravessava o local onde hoje está a vila de Manteigas e que chegou a ter 300 metros de espessura. A força do gelo conseguia arrastar gigantes blocos  graníticos, que hoje repousam nas encostas íngremes.

É sobre esta paisagem formada pela glaciação de Würm, em pleno coração da Serra da Estrela, que Victor Cavaleiro, professor da Universidade da Beira Interior, fala neste vídeo.

 

  • Temas: Geografia
  • Ensino: 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: Planeta Azul IV - Serra da Estrela, Gigante Adormecido
  • Tipo: Extrato de Reportagem
  • Autoria: Sílvia Alves
  • Produção: RTP
  • Ano: 2003

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.