Pesquisar

O onze ideal da cultura portuguesa entra em campo

Não teríamos melhor que Raphael Bluteau, para ocupar a posição de guarda-redes, e Gil Vicente como ponta-de-lança. Conheça o onze ideal das letras portuguesas para entrar em qualquer relvado.

Esta Seleção Nacional dos onze da cultura foi desenhada por Rui Tavares para o programa Câmara Clara, de Paula Moura Pinheiro, e, apesar de já ter passado algum tempo, continua muito atual. Para muitos destes selecionados o tempo apenas confirmou as qualidades.

Já agora Raphael Bluteau, nascido no século XVII, é responsável pela compilação do primeiro dicionário de língua portuguesa, enquanto Gil Vicente é sobejamente conhecido. Mas se quer saber porque joga a ponta-lança, ou porque o trinco é Alexandre Herculano, o melhor mesmo é ver o vídeo e perceber as escolhas deste treinador de gente das letras.

Veja ainda onde ele coloca em campo os escritores Luís de Camões, Bocage ou Camilo Castelo Branco. Já agora fica a saber que o heterónimo de Fernando Pessoa, Álvaro de Campos, e Fernão Mendes Pinto também calçariam as chuteiras nesta equipa.

Ficha Técnica

  • Título: Câmara Clara - onze das letras ideal
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Rui Tavares
  • Produção: RTP
  • Ano: 2006

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui