Pesquisar

Os valores são subjectivos ou culturalmente relativos?

A esta pergunta respondem diferentes pontos de vista e, neste Janelas Para a Filosofia, mais do que enumerar as diferentes teorias, procura-se incentivar a reflexão e a analise própria da filosofia.

Alguns valores são objectivos, outros relativos e outros subjectivos. Os valores objectivos são juízos de fato, descritivos e são verdadeiros ou falsos. Já os valores que de forma comum se consideram subjectivos ou relativos, são juízos de valor que expressam opiniões ou condicionam escolhas.

Sobre os últimos, há defensores radicais de cada um deles: os subjectivistas defendem a subjectividade de todos os valores; os relativistas, afirmam que todos os valores são relativos. E quer uns, quer outros, podem basear-se em pressupostos frágeis.

Refletir sobre esta questão,  os critérios valorativos, é uma das missões da filosofia e, mais do que identificar as teorias a favor ou contra, o seu método próprio ajuda a analisar e refletir sobre a validade e consistência dos diversos argumentos. No fundo é um exercício para pensar melhor.

Janelas da Filosofia é uma rubrica da Antena 2 baseada no livro com o mesmo nome, de Desidério Murcho e Aires Almeida (Gradiva 2014). Os autores, que anteriormente tinham produzido manuais destinados aos 10.º e 11.º anos, falam sobre vários temas centrais da filosofia, como  a ética, a liberdade, o sentido da vida ou o que é o conhecimento.

  • Temas: Filosofia
  • Ensino: Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: Janelas da Filosofia
  • Tipo: programa rádio
  • Autoria: Ana Paula Ferreira
  • Produção: Antena 2
  • Ano: 2010
  • Imagem:: reprodução da Fundação de São Vicente, de Benedito Calixto, 1900

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.