Pesquisar

"Sigamos o Cherne", de Alexandre O´Neill

Neste episódio do programa "Voz" escutamos o poema de Alexandre O´Neil dito pelo ator Rui Morrison. Um encontro com a poesia para ver, ouvir e ler aqui.

“Sigamos o cherne”

Sigamos o cherne, minha amiga!
Desçamos ao fundo do desejo
Atrás de muito mais que a fantasia
E aceitemos, até, do cherne um beijo,
Senão já com amor, com alegria…
Em cada um de nós circula o cherne,
Quase sempre mentido e olvidado.
Em água silenciosa de passado
Circula o cherne: traído
Peixe recalcado…

Sigamos, pois, o cherne, antes que venha,
Já morto, boiar ao lume de água,
Nos olhos rasos de água,
Quando mentido o cherne a vida inteira,
Não somos mais que solidão e mágoa…

Alexandre O’Neill

Ficha Técnica

  • Título: "Voz"
  • Tipo: Programa de Poesia
  • Autoria: Produções Fictícias
  • Produção: até ao Fim do Mundo
  • Ano: 2005

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui