A história da União Soviética
Ensino:

A União Soviética nasceu formalmente da reunião de diversos estados, em 1922, mas a sua génese foi a revolução bolchevique, na Rússia, em 1917. Nos 70 anos seguintes este bloco iria contrabalançar e entrar em conflito com o bloco capitalista, a oeste.

A implementação das ideias bolcheviques não foi fácil, tendo sido necessária uma guerra civil, após a revolução de Outubro de 1917, para que Lenine, líder dos bolcheviques/comunistas, conseguisse cimentar o seu poder.

Já sob liderança de Estaline, a União Soviética enfrenta a Alemanha Nazi e, em colaboração com os aliados, consegue vencer a guerra. Da vitória nasce a expansão comunista que cria raízes em diversos países da Europa de leste, mas também noutros continentes, como na Ásia – o caso da China.

A “Pátria do Socialismo” passou a liderar um bloco reforçado contra os países do ocidente que recorreu à criação de um aliança militar, A Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO na sigla original). Os Soviéticos e os seus aliados respondem com a organização do Pacto de Varsóvia.

A Guerra Fria, a NATO e o Pacto de Varsóvia
Veja Também

A Guerra Fria, a NATO e o Pacto de Varsóvia

Os dois blocos, com a União Soviética e os Estados Unidos da América à cabeça, envolvem-se na guerra fria, nome pelo qual ficou conhecido o conflito que opôs durante décadas as duas potências.

Convulsões internas levaram à desagregação a União Soviética nos anos 90.

O fim do bloco comunista e as suas consequências
Explicador

O fim do bloco comunista e as suas consequências

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Retrospectiva histórica da União Soviética
  • Tipologia: Reportagem
  • Autoria: Nuno Vieira
  • Produção: RTP
  • Ano: 1991