A primeira noite eleitoral da RTP em democracia
Ensino:

O canal público preparou uma cobertura intensa da primeira votação livre em Portugal. Joaquim Letria, Maria Elisa, Raul Durão e Adriano Cerqueira foram alguns dos rostos que acompanharam os portugueses na noite de 25 de Abril de 1975.

Numa das mais longas emissões da história da RTP, o Partido Socialista alcançou a melhor resultado, com 37,8% dos votos (116 deputados), seguindo-se o PPD com 26,3% (81 deputados). PCP (12,4% e 30 deputados) e CDS (7,6% e 16 deputados) ficaram nos lugares seguintes. As eleições tiveram uma enorme participação, com mais de 5,7 milhões de votantes para um total de 6,2 milhões de inscritos.

O novo parlamento, com 250 deputados, tinha como missão aprovar uma nova Constituição, para substituir a de 1933, que perdurou durante todo o Estado Novo. Por essa razão, o seu mandato foi de apenas um ano, e da votação não resultou qualquer escolha para um governo do país, mantendo-se a funcionar um executivo parcialmente constituído pelos militares.

A RTP teve um papel fundamental na preparação do ato eleitoral, difundindo repetidos apelos à participação e, sobretudo, explicando os procedimentos da votação. As reportagens do canal público mostram que alguns entendiam que o voto seria exercido na altura do recenseamento, e outros temiam que a cabine de voto fosse permeável a olhares alheios. Rostos como os de Sousa Veloso, engenheiro agrónomo que ganhou fama a apresentar o TV Rural, e do ator José Viana, apareceram na RTP para ajudar a  esclarecer todas as dúvidas.

O que são eleições legislativas?
Veja Também

O que são eleições legislativas?

Temas

Ficha Técnica

  • Título: A primeira noite eleitoral da RTP em democracia
  • Área Pedagógica: Cidadania
  • Tipologia: Reportagem
  • Autoria: RTP
  • Produção: RTP
  • Ano: 1975