Pesquisar

A prisão dos Templários em França

Os templários foram presos em circunstâncias que hoje poderíamos considerar como dramáticas, trágicas, verdadeiramente dignas do enredo de  filme policial. Na realidade nada fazia prever que, de um único golpe, o rei de França, Filipe IV, chamado O Belo, desse ordem de prisão (em 13 de outubro de 1307) a todos os membros  da Ordem do Templo que se encontravam em França nesta altura, com acusações graves.

A Ordem do Templo era uma ordem militar muito poderosa ao longo dos séculos XII e XIII. Tinha vastos domínios em França e sobretudo na Terra Santa embora estivesse já em declínio nesta altura, mas havia rumores e suspeitas sobre uma série de irregularidades cometidas pelos cavaleiros do templo.

 

  • Irregularidades como?

Circulavam rumores de que os rituais de iniciação dos cavaleiros do templo incluíam praticas hereges, abomináveis na época, como cuspir na cruz, negar Cristo, pisar a cruz, e portanto havia toda uma espécie de campanha contra os templários. As acusações que foram formuladas contra os cavaleiros do templo não eram apenas do ponto de vista ideológico-religioso, incluíam acusações de fraude, de corrupção, do ponto de vista material.

Hoje em dia continua a suscitar muita controvérsia como foi possível desferir um golpe com esta gravidade contra os cavaleiros do templo. Sabe-se os pormenores dos bastidores, de como tudo isto ocorreu. Sabe-se que se tratou de uma manobra do rei Filipe IV para, sobretudo, anular as enormes dividas que ele próprio tinha para com a Ordem do Templo. Ele estava em guerras contra a Flandres e contra a Inglatearra e precisava de financiar o seu esforço de guerra e isto terá sido uma manobra verdadeiramente maquiavélica para anular as suas dívidas.

Não era novidade porque ele já tinha feito o mesmo com os judeus no ano anterior. Os judeus foram expulsos em 1306 e todos os seus bens foram confiscados. E portanto, provavelmente ele aproveitou um contexto de luta política feroz que existia na altura, nomeadamente contra o papa, para desferir um golpe contra os seus poderosos adversários nesta altura.

 

  • E que é que aconteceu aos templários?

Os templários foram presos, submetidos a tortura, parte deles admitiu as culpas, embora mais tarde tenham vindo a mudar a sua opinião e a declarar-se inocentes. Na realidade, a ordem foi extinta, com a concordância do Papa, e alguns dos elementos mais importantes foram queimados na fogueira, nomeadamente o grão mestre da ordem, o poderoso Jacques de Molay.

Muitos dos membros foram depois admitidos ou incorporados noutras ordens religiosas ou dispersaram-se. É curioso dizer que, em Portugal, o nosso rei Dom Dinis não acatou a ordem para prender os membros da Ordem do Templo e criou uma nova ordem chamada Ordem de Cristo onde incorporou os bens desta antiga ordem.

Dai a a ideia de se dizer muitas vezes que a expansão dos Descobrimentos Portugueses resultou a da Ordem do Templo e dos templários porque a Ordem de Cristo era herdeira da Ordem dos Templários.

 

  • Temas: História
  • Ensino: 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: Os Dias da História - Prisão dos Templários
  • Tipo: Programa
  • Autoria: Paulo Sousa Pinto
  • Produção: Antena 2
  • Ano: 2016
  • Prisão dos Templários: Interrogation of Jacques De Molay - Reproduction in "An illustrated history of the Knights Templar", James Wasserman

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui