Conteúdo cedido por : Ordem dos Psicólogos
Psicologia na Escola
Ajudar o meu Filho nas Transições Escolares
Ajudar o meu Filho nas Transições Escolares
Ensino:

Mudar de ciclo e/ou ir para uma escola nova é um momento importante para as crianças e os jovens. Quando este momento de transição ocorre com sucesso é mais provável que as crianças e jovens se sintam confortáveis e tranquilos, que se motivem para aprender, que tenham boas relações com os pares e que desenvolvam um sentimento de pertença à comunidade escolar.

Mas começar um ciclo escolar novo ou um ano lectivo numa escola não se resume ao primeiro dia. É um processo que se inicia no ano anterior e que continua após os primeiros dias de adaptação. E que envolve mudanças em várias áreas: no espaço físico onde a criança/jovem habitualmente está (por exemplo, o tamanho do recreio, o edifício escolar, a localização das WC, o número de outras crianças e professores), nas regras e regulamentos (por exemplo, ter de estar sentado parte do tempo, comer e ir à WC, levantar a mão antes de falar), nas relações interpessoais (por, exemplo, conhecer novas crianças e novos adultos), nas aprendizagens (por exemplo, experiências de aprendizagem, diferentes, tempos estruturados para tarefas e actividades, aumento da independência).

Para algumas crianças /jovens esta mudança traz excitação em fazer novos amigos e aprender coisas novas, para outras pode fazê-las sentirem-se nervosas ou sobrecarregadass.

Os Pais desempenham um papel fundamental no apoio a este processo de transição.

O que posso fazer para ajudar o meu filho numa transição escolar?

  • Se se colocar a oportunidade de escolher entre várias escolhas, inclua o seu filho no processo de tomada de decisão. Oiça-o sobre o que é importante para ele, visite várias escolas e discuta abertamente os pontos fortes e fracos de cada uma. Embora a decisão seja dos Pais, é importante que a criança ou o jovem se sintam parte do processo de escolha da nova escola.
  • Encoraje o seu filho a falar sobre a transição que se aproxima, fazendo perguntas como “O que achas sobre ir mudar de escola/ciclo?”. Façam, em conjunto, uma lista do que o preocupa e tentem encontrar respostas para essas preocupações.
  • Tranquilize o seu filho e diga-lhe que é normal que se sinta apreensivo. A criança ou o jovem podem ter medo de não serem aceites pelos pares, de não conseguir dominar a logística da nova escolha ou de ter boas notas. Partilhe com o seu filho memórias da sua infância em que também se sentiu preocupado com uma situação nova. Relate coisas boas que tenham acontecido, por exemplo, como conheceu o seu melhor amigo ou um dos seus professores preferidos.
  • Ensine competências sociais ao seu filho. Por exemplo, ensine-lhe formas de se apresentar a novos amigos, a brincar em conjunto e a ser cooperativo. Proporcione momentos em que o seu filho possa brincar com outras crianças. No caso de crianças mais velhas, compreenda que os amigos se tornam centrais na sua vida e não desvalorize as suas preocupações sociais.
  • Fale com o seu filho sobre Bullying . As situações de Bullying podem ser frequentes e têm consequências negativas. Fale com a criança/jovem sobre não participar em situações de bullying e o que fazer se for vítima de bullying.
  • Ajude o seu filho a conhecer a nova escola e o novo ambiente antes de começar o ano lectivo. Sempre que possível, visitem a escola juntos. Mesmo que só seja possível vê-la de fora ou através de uma fotografia. Procurem saber onde é o recreio, as salas, o bar, o ginásio, a enfermaria. Lembre-o que a escola parecerá diferente quando estiver cheia de alunos.
  • Antes do ano lectivo começar, faça com o seu filho o caminho para a escola. Discuta com ele o que deve fazer se tiver algum problema nesse percurso.
  • Fale sempre com entusiasmo sobre a nova escola/ciclo. Nos dias que antecedem a transição escolar enfatize que a nova escola trará experiências novas e positivas. Envolva-os nos preparativos do ano lectivo, por exemplo, na compra do material escolar ou na escolha da roupa para levar no primeiro dia.
  • No dia da transição garanta que preparam a ida para a escola de modo calmo, sem stresse.
  • Mantenha a expectativa de que a transição será um sucesso. No entanto, lembre-se que a adaptação leva o seu tempo e que os primeiros dias numa escola nova podem deixar o seu filho cansado e sobrecarregado. A sua atitude pode ajudá-lo, diga-lhe o quão confiante está na sua capacidade de se adaptar bem à nova escola.
  • Esteja disponível para falar depois do ano lectivo começar. Compreenda que o seu filho possa precisar de tempo, atenção e apoio extras. Quando uma mudança acontece, as crianças podem inclusivamente regredir a comportamentos característicos de fases anteriores do desenvolvimento. Planeie tempo e diversões em família – em momentos de transição, a família é uma fonte de amor e apoio.
  • Reveja as rotinas. Por exemplo, assegure que a criança/jovem tem horas suficientes de sono e implemente uma rotina para preparar os materiais ou a roupa que deve ir para a escola no dia seguinte.
  • No fim do dia fale com o seu filho sobre o que aconteceu na escola, o que fez, o que gostou, o que achou difícil, quem conheceu. Continue a encorajar a criança/jovem a expressar as suas emoções. Mesmo quando uma preocupação do seu filho lhe parecer irrelevante, respeite-a e compreenda que pode ser muito importante para o seu filho. Tente colocar-se no lugar dele e compreender os sentimentos expressados.
  • Ajude o seu filho a explorar formas de lidar com as preocupações e os receios que apresenta e continue disponível para os escutar e discutir.
  • Ajude o seu filho a lidar com as novas exigências académicas. Ensine-lhe competências de organização, garanta que ele tem um espaço livre de distracções e adequado para estudar, garanta que no meio das actividades extracurriculares há tempo para estudar e descansar, ajude-o a priorizar trabalhos e estudo.
  • Encoraje o seu filho a experimentar coisas novas, por exemplo, a participar numa actividade extracurricular que lhe interesse.
  • Ao longo do ano escolar, se tiver questões ou preocupações, contacte com a escola. O Professor ou o Psicólogo da Escola podem fornecer-lhe informações correctas e ajudá-lo a tomar decisões. Se alguma coisa acontecer que possa ter impacto na vida do seu filho, comunique ao Professor ou ao Psicólogo da escola.

Se após o período de adaptação, o seu filho continuar relutante em ir para a escola ou parecer realmente triste, procure ajuda. Identifique as suas preocupações e reúna com o Professor ou o Psicólogo da Escola.

A Ordem dos Psicólogos tem mais informação em escolasaudavelmente.pt

Ajudar o meu filho a ter sucesso escolar
Veja Também

Ajudar o meu filho a ter sucesso escolar

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Ajudar o meu Filho nas Transições Escolares
  • Área Pedagógica: Psicologia
  • Tipologia: Rubrica
  • Autoria: Ordem dos Psicólogos
  • Ano: 2017
  • Imagem:: Fotografia por Anastasiya Gepp, Pexels