João do Canto e Castro, um presidente monárquico
Ensino:

João do Canto e Castro (1862 - 1934) sempre se assumiu como monárquico, mas aceitou a nomeação para o cargo e foi o quinto presidente da República Portuguesa. O seu mandato começou em 1918 e terminou menos de um ano depois.

Desenvolve a sua carreira militar na marinha, assumindo também cargos públicos em diversas ex-colónias portuguesas.

Um monárquico assumido senta-se no último parlamento da monarquia em 1908.

Já na república aceita, durante o período de Sidónio Pais, a nomeação para Secretário de Estado da Marinha – o equivalente a ministro.

Após a morte de Sidónio é eleito para o substituir e o seu mandato fica marcado por constantes revoltas e tentativas de restauração da monarquia que ele combate.

É substituído por António José de Almeida.