Conteúdo cedido por : Réseau Canopé
Dis-moi dix mots
Chafouin
Ensino:

"Estou a sentir-me um pouco mal esta manhã! Uma frase que talvez não seja tão frequente, mas que se considera o possível... Ou seja... "Acordei com os pés de fora", não muito bem disposto, os meus olhos ainda estão meio fechados e a minha mente está enevoada... Um pouco de "retrignolé"!

Mas este “rétrignolé” pertence a um francês que está um pouco familiarizado com o Midi. Enquanto que “chafouin” é proveniente do oeste da França. Uma coisa é certa: o seu significado evoluiu desde o século XVI, quando apareceu pela primeira vez: se se pode admitir ser “chafouin”, é porque o termo não é demasiado ofensivo. Mas é assim há muito tempo: um olhar de “chafouin” fez-nos pensar primeiro num ar desonesto e hipócrita. E no início, era um nome: “un chafouin”, “une chafouine”. Hoje, no entanto, é apenas um adjectivo.
Porque é que aquele que é um patife se move às escondidas, por trás, quando se apresenta como fraco, tímido, vagamente vitimizado? Cruza os atributos do gato e da doninha: por um lado, o felino, de bom grado imóvel e aparentemente adormecido, sem nada que sugira que vai relaxar e saltar sobre a sua presa. Por outro lado, a doninha com o seu nariz pontiagudo, que vem bisbilhotar, e que evoca a indiscrição de alguém que se intromete nas coisas de outras pessoas para as prejudicar. E não esqueçamos que no século XVII, o “chafouin” era o outro nome para a doninha. Continua a ser como um cheiro que se cola às suas sílabas.

“Dis-moi dix mots” é uma série francesa, cedida ao RTP Ensina por Réseau Canopé, que dá a conhecer melhor o vocabulário do francês. Uma ajuda do Ensina para quem estuda ou quer aprender esta língua.

 

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Chafouin
  • Área Pedagógica: Francês
  • Tipologia: Rubrica
  • Autoria: Réseau Canopé
  • Ano: 2017