Costa Gomes, o homem dos equilibrios
Ensino:

Costa Gomes (1914-2001) foi um militar de carreira que desempenhou o cargo de Presidente da República entre 1974 e 1976. A busca de reconhecimento internacional do novo regime e a tentativa de encontrar equilíbrios internos marca a sua passagem por Belém.

Militar de carreira passa pelo estado-maior e ocupa o cargo de subsecretário de Estado do Exército, no final dos anos 50.

Em 1972 é nomeado Chefe de Estado Maior das Forças Armadas, cargo de que será demitido, depois de faltar a uma cerimónia de apoio à política de Marcelo Caetano.

Reocupa o cargo em 30 de Abril de 1974 e após a renúncia de António de Spínola toma posse da presidência.

Empenha-se na definição do rumo da economia e no reconhecimento internacional do novo regime.

Com um mandato num período difícil é apontado como um presidente que procurou equilíbrios entre as várias fações, conseguindo evitar a guerra civil.

Resolve não se candidatar às primeiras eleições presidenciais livres, em 1976.