Conteúdo cedido por : Réseau Canopé
Dis-moi dix mots
Dracher
Ensino:

Quando se diz "drache" é porque chove! Mas chove a sério. Molha, chove muito, chove a rodos, chove a potes, chove a cântaros, chovem canivetes

Não faltam equivalentes, numa linguagem mais ou menos familiar. Às vezes até chove como Deus a manda Mas se as imagens parecem universais, as palavras têm uma origem. E o “drache” vem da Bélgica, um país plano encharcado que recebe muita chuva todos os anos. A sua humidade é expressa com fatalismo ou exasperação, por vezes até com ironia: o drache nacional.

O que é isto? É a chuvada que cai no dia de festa nacional, em pleno verão, a 21 de Julho, só pelo prazer de estragar a festa, arruinar as danças das lanternas e apagar os fogos de artifício. Mas é sobretudo é para sabotar o desfile militar e a marcha fleumática das unidades em uniforme completo que dá origem a esta expressão zombeteira: “drache” nacional.

É evidente a origem germânica do termo “drache” e o verbo é um decalque do seu homólogo flamengo,  que se distingue do verbo sinónimo do holandês padrão. Por outro lado, é provavelmente coincidência que o “drache” e o “crachin” são tão semelhantes. Esta última é mais provável de ser encontrada entre a Bretanha e a Normandia: uma chuva fina, quase invisível, que mal se sente e que nos molha até aos ossos.

Canular
Veja Também

Canular

“Dis-moi dix mots” é uma série francesa, cedida ao RTP Ensina por Réseau Canopé, que dá a conhecer melhor o vocabulário do francês. Uma ajuda do Ensina para quem estuda ou quer aprender esta língua.

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Dracher
  • Área Pedagógica: Francês
  • Tipologia: Rubrica
  • Autoria: Réseau Canopé
  • Ano: 2017