Pesquisar

Ecomuseu do Barroso, em Montalegre

O Ecomuseu do Barroso é constituído por vários núcleos que se distribuem entre os concelhos de Montalegre e Boticas, no distrito de Vila Real, nomeadamente, a Casa do Capitão, a Corte do Boi, os centros interpretativos da Avifauna da Região e das Minas da Borralha, a Aldeia Ecomuseu, a Vezeira e a Serra, o Museu Rural, a Casa Museu Quinta do Cruzeiro e o Espaço Padre Fontes.

O primeiro destes espaços surgiu na freguesia de Pitões das Júnias, na Corte do Boi, onde se pode conhecer melhor a atividade pastoril, a agricultura, a silvicultura, os modos de produção e transformação local dos produtos. De um modo geral os diversos pólos fazem referência à vivência local, à cultura , à raça Barrosã – tradicional daquela zona -, à fauna e á flora.

Alguns mostram realidades diversas, como é o caso do Centro de Interpretação das Minas da Borralha, uma das maiores explorações de volfrâmio existentes em Portugal durante a II Guerra Mundial e a guerra da Coreia. Estas minas eram um  espaço único para a época, em que as casas dos operários tinham corrente elétrica, os mineiros tomavam banho de água quente, havia campos de futebol e de basquete, para além de uma orquestra e um cinema. Facilidades que noutros pontos do país eram quase sempre uma miragem.

Este programa integra a série “Em Busca do Museu Desconhecido”, onde a RTP efetua uma viagem, por todo o país, mostrando espaços museológicos menos conhecidos do grande público.

  • Temas: História
  • Ensino: 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: Em Busca do Museu Desconhecido - Ecomuseu do Barroso
  • Tipo: Programa
  • Autoria: Margarida Metello/ Sofia Leite
  • Produção: RTP
  • Ano: 2020

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui