O Futurismo, motor dos movimentos vanguardistas
Ensino:

O manifesto futurista, publicado em 20 de fevereiro de 1909 no jornal francês “Le Figaro”, foi o ponto de partida para o surgimento de várias vanguardas culturais que vão dominar a Europa do século XX.

No Manifesto, o poeta italiano Filippo Marinetti, exaltou a beleza das máquinas em comparação com a das estátuas gregas. O movimento, que se viu reforçado, no ano seguinte, com o manifesto dos pintores futuristas, fazia o elogia da máquina, da velocidade, da luz e da rutura.

O futurismo seria apenas uma das muitas vanguardas culturais que, na primeira metade do século XX, surgiram na Europa. Entre estes podemos identificar, para além do Futurismo, o Expressionismo, o Cubismo, o Dadaísmo ou o Surrealismo.

Orpheu e o início do Modernismo em Portugal
Veja Também

Orpheu e o início do Modernismo em Portugal

Santa-Rita Pintor, pioneiro do futurismo
Veja Também

Santa-Rita Pintor, pioneiro do futurismo

Os painéis de Almada Negreiros que afrontaram o Estado Novo
Veja Também

Os painéis de Almada Negreiros que afrontaram o Estado Novo

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Câmara Clara - o Futurismo
  • Tipologia: Reportagem
  • Autoria: Inês Fonseca Santos
  • Produção: RTP
  • Ano: 2007