Pesquisar

Museu do Tabaco da Maia, em São Miguel

O Museu do Tabaco da Maia, na ilha de São Miguel, reúne as memórias de uma indústria que entre 1871 e 1988 empregou centenas de pessoas. Ainda hoje ali podemos encontrar uma produção de tabaco e a maquinaria, alguma bastante antiga, que durante décadas permitiu a laboração da fábrica.

A visita a esta fábrica/museu, recuperada através de um projeto patrocinado pela misericórdia local, passa no seu percurso pelos secadores de tabaco, máquinas de empacotamento, prensas e muitos outros objetos e equipamentos que constituíam a esta que foi durante muitos anos a principal indústria da freguesia.

A visita ao espaço e aos equipamentos é feita por quem ali trabalhou e  por quem sabe ainda hoje preparar os cigarros e o empacotamento de uma das marcas mais conhecidas daquela fábrica: o São Luis, de rolo, que era embalado à mão e servia a população menos abastada.

O tabaco chegou a São Miguel no princípio do século XIX, quando foi necessário substituir a cultura de laranja, entrada em declínio devido a uma doença que atingiu as árvores. A produção teve tanto sucesso que depressa se expandiu, impulsionando também a indústria tabaqueira.

O espaço conta ainda com um auditório, biblioteca, salas para exposições temporárias e diversas salas de trabalho.

Este programa integra a série “Em Busca do Museu Desconhecido”, na qual a RTP efetua uma viagem por todo o país, mostrando espaços museológicos menos conhecidos do grande público.

  • Temas: História
  • Ensino: 2º Ciclo, 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: Em Busca de um Museu Desconhecido - Museu do Tabaco da Maia
  • Tipo: Programa
  • Autoria: Margarida Metello/ Sofia Leite
  • Produção: RTP
  • Ano: 2020

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui