O Meu Livro – “Aventuras de João sem Medo”, de José Gomes Ferreira
Ensino:

Este é o herói que José Gomes Ferreira criou em 1933 para saltar o Muro de uma história fantástica e aventurar-se numa metáfora de liberdade, no mesmo tempo que Salazar chegava à presidência e Hitler tomava conta do poder na Alemanha. O miúdo teimoso, gabarolas e audaz, deixa a sua aldeia dos infelizes choramingas para entrar na desconhecida floresta de fadas e utopia. João sem Medo, "inimigo de déspotas e tiranetes", é também o herói das leituras de Alexandre Honrado.

João sem Medo foi criado em “escassos minutos” por José Gomes Ferreira, quando Portugal e a Europa entravam no período negro dos fascismos e da ditadura. “Apareceu-me logo, valente e refilão, sem idade determinada nem feições fixas, a fim de cada um lhe desenhar o perfil e atribuir a idade que desejasse (…)”, revelava o autor no posfácio da terceira edição da sua obra mais popular, primeiro publicada em 26 folhetins na gazeta juvenil O Senhor Doutor. Mas a viagem encantada deste rapaz, escrita com uma linguagem poética, havia de conquistar adultos para uma história que dava que pensar.

Alexandre Honrado, jornalista e professor, ficou fiel leitor desde rapazinho. Afinal, o livro escrito “como um divertimento por quem sempre sonhou conservar a criança bem viva no Homem” era também o eleito do seu autor.

José Gomes Ferreira, poeta militante da palavra
Veja Também

José Gomes Ferreira, poeta militante da palavra

“O Banqueiro Anarquista”, de Fernando Pessoa
Veja Também

“O Banqueiro Anarquista”, de Fernando Pessoa

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Ler +, ler melhor
  • Tipologia: Extrato de Programa Cultural
  • Autoria: Teresa Sampaio
  • Ano: 2013