Pesquisar

Olhares sobre as campanhas do Bacalhau

Durante o período da II Guerra Mundial ficou conhecida como a frota branca, uma cor que permitia aos lugres bacalhoeiros portugueses serem facilmente identificados pelos navios de guerra que cruzavam o Atlântico.

As campanhas do bacalhau preencheram o imaginário de escritores, pintores e cineastas portugueses que muitas vezes lhe deram um cariz quase romântico, mas a vida destes pescadores era dura e perigosa.

Neste episódio do programa Memória Fotográfica percorremos, com Rui Tavares, imagens que mostram detalhes desta história. Os pescadores passavam meses longe de casa e nos bancos de pesca da Gronelândia e da Terra Nova. Passavam os dias em pequenos botes, com cerca de cinco metros, os doris, muitas vezes sozinhos, a pescar centenas de quilos de bacalhau que depois eram salgados para chegar aos pratos dos portugueses.

Memória Fotográfica é uma série documental onde as fotografias ganham vida com a presença do historiador que, agarrando neste ou naquele elemento, mostra como ocorreram episódios que marcaram a história portuguesa do século XX. Guerras, revoluções, intrigas, festejos, dramas, vitórias, líderes, derrotados e vencedores, de tudo se encontra nas fotografias que preservam parte da nossa memória coletiva. Elas retratam as mais diversas áreas e episódios da vida portuguesa do século passado.

Ficha Técnica

  • Título: Memória Fotográfica - Campanha do Bacalhau
  • Tipo: Programa
  • Autoria: Jorge Nunes, Miguel Montez Leal, Rui Tavares
  • Produção: RTP/ Panavideo
  • Ano: 2018

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui