Ser “jota” na política portuguesa
Ensino:

Os principais movimentos de juventude dos partidos políticos portugueses contam com cerca de noventa mil filiados. Têm entre 14 e 30 anos e, em comum, o facto de quererem mudar o mundo em que vivem.

Um quinto da população europeia tem 30 anos ou menos mas, no mundo da política, – nomeadamente nos parlamentos – a percentagem de deputados com essas idades é bastante mais reduzido. Este é um dos aspetos que os jovens envolvidos nas juventudes partidárias gostariam de ver mudado.

Para a maioria, estas organizações são uma escola de formação e entrada para o mundo da política, mas afastam a ideia de que a maioria entra para as “jotas” com o objetivo de garantir trabalho bem pago na política.

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Fronteiras XXI - Jovens na plítica
  • Tipologia: Reportagem
  • Autoria: Sérgio Vicente/ Fernando Andrade/ Carla Quirino/ João Martins
  • Produção: RTP
  • Ano: 2019