Pesquisar

Transladação dos restos mortais de Jorge de Sena

Os restos mortais de Jorge de Sena (1919-1978) regressaram a Portugal quase 30 anos após a sua morte. O poeta e ensaísta morreu no EUA, onde se encontrava exilado desde o período em que se opunha ao regime de Salazar.

Em Setembro de 2009 os restos mortais de Jorge de Sena chegaram a Lisboa e foram alvo de homenagem na Basílica da Estrela, em Lisboa. O poeta, ficcionista, crítico ensaísta, historiador e tradutor morreu nos EUA em 1978 sem nunca ter regressado definitivamente a Portugal.

Formado em engenharia civil, Jorge de Sena exilou-se no Brasil, em 1959, depois de participar num golpe revolucionário abortado. Seis anos depois mudou-se para os Estados Unidos da América onde deu aulas nas universidades de Wisconsin e mais tarde em Santa Barbara. É apontado como um dos mais influentes intelectuais portugueses do século XX.

 

Ficha Técnica

  • Título: Homenagem em Lisboa a Jorge de Sena
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Diana Palma Duarte
  • Produção: RTP
  • Ano: 2009

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui