Um investigador português no CERN
Ensino:

João de Melo, natural dos Açores, é um dos cerca de dez mil cientistas que trabalham no CERN. A Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear localiza-se em Genebra, junto do maior acelerador de partículas jamais construído.

Doutorado em engenharia eletrotécnica, João de Melo investiga e desenvolve circuitos integrados para ajudar na deteção de partículas. Natural da ilha do Pico, este cientista começou a trabalhar aos 15 anos para ajudar a família a pagar as despesas dos estudos.

O Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (CERN) é o maior laboratório de física de partículas do mundo, utilizando um acelerador de partículas com cerca de 27 quilómetros de comprimento.

A ciência é sempre a questão do conhecimento
Veja Também

A ciência é sempre a questão do conhecimento

A investigação segue vestígios
Veja Também

A investigação segue vestígios

 

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Picoense destaca-se no Centro Europeu de Pesquisa Nuclear
  • Tipologia: Reportagem
  • Autoria: Bruno Melo
  • Produção: RTP
  • Ano: 2021