Explicador Explicador
O que são os Media e como funcionam?
O que são os Media e como funcionam?
Ensino:

Para quê comunicar? Quase tão misteriosa e empolgante como o aparecimento do próprio Homem é a sua necessidade de comunicar. No entanto, não nos será difícil imaginar que desde os confins dos tempos os seres humanos terão utilizado expressões gestuais e sonoras para transmitir emoções ou ideias entre si. O Homem, costuma-se dizer, é um animal social. E é precisamente na sua capacidade comunicativa que assenta tal desígnio. Mas, desde as primeiras imitações dos sons da natureza até ao atual viralismo das redes sociais, foi longa a viagem.

O que é comunicar? Nenhuma outra palavra representa melhor o processo evolutivo da comunicação Humana do que “viagem”. Comunicar significa tornar comum, partilhar ideias ou sentimentos. Mas também transportar objetos ou pessoas de um lado para o outro. Há meio século atrás, bem diferente do que hoje acontece, falar em “meios de comunicação” era significar automóvel, comboio, navio. Não é por mero acaso que as duas maiores invenções da humanidade foram a escrita e a roda. E quando o homem conseguiu, por fim, associar uma à outra, inaugurou a era dos Media.

O que são os Media? É curto o tempo que separa a descoberta do prelo e do caracter móvel do aparecimento dos primeiros jornais impressos. Já no Renascimento, época das grandes viagens humanas, o surgimento do primeiro meio de comunicação de massas, a imprensa, esteve associado a dois fatores determinantes: o desenvolvimento de tecnologias apropriadas e o fascínio pela novidade e pelo desconhecido. Tecnologia e informação. O casamento perfeito da aventura comunicativa da Humanidade que levaria, a uma velocidade cada vez mais alucinante, à invenção da rádio, da televisão, da Internet…

O mundo é uma aldeia global? “O meio é a mensagem”, antecipava nos anos 60 do século XX o investigador canadiano Marshall McLuhan, quando antevia que o mundo estava à beira de se transformar numa “aldeia global”. Uma espécie de profecia que não tardaria a tornar-se realidade. Apesar dos medos e da desconfiança nos Media, em parte ainda associados aos delírios da propaganda extremista do entre guerras, o Homem predispunha-se a inaugurar a idade da “sociedade da informação”. E agora, mais do que nunca, necessitava de um interlocutor de confiança: o jornalista.

Qual o papel dos jornalistas? Já lhe chamaram de tudo: “quarto poder”, “quinta coluna”… Certo é que os chamados Media tradicionais (imprensa, rádio e televisão), mais concretamente a informação jornalística por eles veiculada, sempre tiveram uma importância extrema na perceção que o Homem faz do mundo que o rodeia. Informar com rigor ético e observar os restantes poderes são os fundamentos que devem cimentar a relação de confiança entre emissor e recetor. Uma conexão que se tem vindo a degradar por razões económicas, organizacionais e editoriais. E, entretanto, já cá está a Internet.

Como lidam os Media tradicionais com a Internet? Foram lentos, os Media tradicionais, a perceber o alcance verdadeiramente globalizante da Internet. E quando perceberam que este era o meio de todos os meios, já era tarde. Já cada um dos elementos do seu público se tinha transformado em repórteres por conta própria. Um pasto perfeito para o proliferar da desinformação, da polarização de opiniões, das notícias falsas. Há quem chame “pós-verdade” a esta amalgama onde cada um apenas quer ouvir a voz de cada qual. Mas a verdade é esta: regressar ao jornalismo é tão fundamental como reinventar a própria roda.

Temas

Ficha Técnica

  • Título: O que são os Media e como funcionam?
  • Área Pedagógica: Ensino para os Media
  • Tipologia: Explicador
  • Autoria: Paulo Barriga - Associação Literacia para os Media e Jornalismo (ALPMJ)
  • Produção: RTP
  • Ano: 2021
  • Imagem: Foto de Magnus Mueller no Pexels