Pesquisar

"Os Lusíadas", de Luís de Camões

Lusíadas, o poema épico de Portugal, escrito pelo poeta oficial da pátria, Luis de Camões, canta a viagem de Vasco da Gama à Índia e a aventura dos portugueses desde a fundação da nação.

Publicado em 1572, cerca de 70 anos depois da viagem de Vasco da Gama para a Índia, descreve a aventura das Descobertas e entrelaça nas suas estrofes, os mitos, as figuras e os momentos históricos de Portugal. Inês de Castro, D. Afonso Henriques, D. Nuno Álvares Pereira e muitos outros, compõem o quadro de exaltação dos portugueses.

Peça central da identidade nacional, é a obra prima de um poeta igualmente simbólico. Luis Vaz de Camões, nasce entre 1517 e 1525, presume-se que ganha erudição em Coimbra. Fidalgo pobre mas bem relacionado, frequenta a corte lisboeta com sucesso entre as damas. O carácter aventureiro e tumultuoso abre-lhe a porta de várias prisões. Após um período encarcerado, parte supostamente desterrado pelo Rei, para um exílio de 17 anos onde completa a maior parte do poema épico.

Numa era em que o mundo é dividido entre Portugal e Espanha e que o latim é a língua oficial erudita, “Lusíadas” ergue, também o Português, ao nível dos seus feitos marítimos.

Ficha Técnica

  • Título: Grandes Livros
  • Tipo: Documentário
  • Produção: Companhia de Ideias
  • Ano: 2009

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.