Pesquisar

As noites de Londres durante a Batalha de Inglaterra

A resistência britânica às investidas nazis fascinava o público americano, numa altura em que os Estados Unidos se encontravam fora do conflito. Dezenas de jornalistas daquele país acorreram a Londres durante a chamada Batalha de Inglaterra para noticiar o acontecimento. Esta reportagem cinematográfica foi realizada durante esse período para ser exibida nas salas de cinema americanas.

O filme, realizado e narrado pelo correspondente de guerra americano Quentin Reynolds, editor da revista Colliers Weekly, segue o quotidiano dos londrinos nas “noites do Blitz”, aquelas em que os bombardeiros alemães atacaram a capital inglesa durante a Batalha de Inglaterra (1940).

A reportagem começa ao fim de uma tarde e termina na manhã seguinte, mostrando como a população civil e as autoridades se preparavam e respondiam aos ataques.

Assiste-se ao regresso a casa de uma população a que o repórter chama “maior exército do povo alguma vez reunido”, e que também se mobiliza para assumir funções militares de modo a responder às provações impostas pelos bombardeamentos. Acompanhamos também os mais velhos e mais novos à procura de refúgio para escapar às bombas.

As imagens mostram a destruição na manhã seguinte, a forma como a população ultrapassava as dificuldades de mobilidade surgidas na sequência dos ataques e também como continuava a viver o seu dia-a-dia apesar da destruição de lojas, habitações ou fábricas.

Ficha Técnica

  • Título: London can Take it
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Quentin Reynolds
  • Produção: Warner Brothers
  • Ano: 1940
  • Origem: National Archives and Records Administration (NARA)
  • Cedido: Steven Spielberg Film and Video Archive (RG-60.1964) / US Holocaust Memorial Museum
  • Tradução e legendagem: RTP Ensina/ João Domingos/ RTP Produção

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui