Pesquisar

O que esconde um cigarro

De cada vez que acendemos um cigarro perdemos tempo e qualidade de vida. Em média, arriscamos ficar com menos oito minutos, dizem os cientistas. Também jogamos a roleta russa das doenças perigosas. No fumo inalado vão agentes cancerígenos e tóxicos diretamente para todos os sistemas do organismo. Que substâncias são estas, responsáveis por dezenas de milhares de mortes na Europa, todos os anos?

Os pequenos cilindros brancos com tabaco moído parecem inofensivos, mas na sua composição há um cocktail altamente perigoso de substâncias com efeitos tóxicos e irritantes. Um só cigarro contém 7000 químicos, 70 dos quais são cancerígenos.

Fumar é transportar para dentro do corpo cianeto, arsénio, pesticidas, metais pesados, substâncias radioativas, alcatrão, monóxido de carbono e tantos outros produtos que danificam o ADN, destroem células, aumentam o risco de ter doenças graves e mortais. A vida dos fumadores é assim, arriscada em sofrimentos, porque do primeiro cigarro aos que vêm a seguir existe um outro químico no tabaco, extremamente viciante: a nicotina. Por vezes, a única forma de a combater é recorrer a terapias à base dela. Ou nunca começar a fumar. É a questão.

 

  • Temas: Cidadania, Saúde
  • Ensino: 1º Ciclo, 2º Ciclo, 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: Repórteres da Terra
  • Tipo: Extrato de Programa - Reportagem
  • Produção: RTP
  • Ano: 1996

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui