Pesquisar

Sidónio Pais, o "Presidente-Rei"

Sidónio Pais (1872 - 1918) assume a presidência na sequência de um golpe militar em 1917, fundando o que designou de República Nova. Suspendeu a constituição de 1911. Foi assassinado no Rossio quando embarcava num comboio com destino ao Porto.

A sua atividade divide-se entre a carreira militar e a docência universitária.

Não participa no golpe do dia 5 de Outubro de 1910, mas é um entusiasta da República. Assume vários cargos públicos, pastas governamentais e diplomáticas durante a primeira fase da governação republicana.

Assume a chefia do movimento revolucionário que derruba a república democrática em Dezembro de 1917. Suspende a constituição de 1911 e implementa, em 1918, uma nova realidade política de tipo presidencialista.

Com base numa mudança na lei eleitoral marca novas eleições presidências e é eleito Presidente da república, sendo empossado a 9 de maio de 1918. Sidónio Pais, que também ficará conhecido como o Presidente-Rei, impõe uma governação com mão de ferro.

Em princípios de Dezembro de 1918 escapa a um atentado, mas a 14 do mesmo mês é morto a tiro na estação do Rossio.

Ficha Técnica

  • Título: “Os Presidentes” (Ep. 2)
  • Tipo: Extrato de Documentário
  • Autoria: Alexandrina Pereira / Rui Pinto de Almeida
  • Produção: Braveant para a RTP
  • Ano: 2011

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui