Pesquisar

A Casa do Arcano na Ribeira Grande

Louvar a Deus, entreter e ensinar catequese. Estes eram os principais objectivos de Madre Margarida, uma freira do século XIX, quando construiu uma estrutura com várias dezenas de quadros relacionados com a vida de cristo, o Velho e o Novo Testamentos.

Madre Margarida Isabel do Apocalipse foi obrigada a abandonar o convento em 1832, após a abolição das ordens religiosas, ficando a residir na casa onde começou a construir a obra que deixou para posteridade: O Arcano (mistério) Místico.

Trata-se de uma grande estrutura com mais de 90 quadros distribuídos por três pisos. Neles encontramos cerca de quatro mil pequenas figuras, representando animais, gente comum, reis, rainhas, santos, anjos, arcanjos e possivelmente ela própria. Cada uma das figuras foi moldada por madre Margarida, que também construiu os quadros,  utilizando para isso materiais como madeira, farinha de arroz, gelatina animal, goma-arábica e vidro moído.

O Arcano Místico, um olhar sobre o mundo na perspectiva católica do século XIX, foi construído ao longo de 27 anos, mas faltou concluir um dos quadros, o relativo ao juízo final. No espaço museológico também podemos encontrar outros elementos religiosos e uma grande coleção de livros antigos de cariz católico.

Este programa integra a série “Em Busca do Museu Desconhecido”, na qual a RTP efetua uma viagem por todo o país, mostrando espaços museológicos menos conhecidos do grande público.

Ficha Técnica

  • Título: Em Busca do Museu Desconhecido - Casa do Arcano
  • Tipo: Programa
  • Autoria: Margarida Metello/ Sofia Leite
  • Produção: RTP
  • Ano: 2020

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui