Gago Coutinho tinha no Brasil uma segunda pátria
Ensino:

Após a travessia aérea do Atlântico Sul o Brasil transformou-se numa segunda pátria para Gago Coutinho que regressou várias vezes aquele país, onde os seus feitos de 1922 eram amplamente reconhecidos.

Em 1958 quando soube que fora promovido ao posto honorífico de Almirante estava a bordo de um navio que voltava do Brasil, um país que adotou como seu após a travessia que realizara em 1922.

Gago Coutinho, o Almirante com alma de tenente
Veja Também

Gago Coutinho, o Almirante com alma de tenente

Quando o navio chegou a Lisboa era esperado por uma delegação oficial do Governo, oficiais de marinha, uma guarda de honra e milhares de pessoas que queriam ovacionar mais uma vez o herói da travessia aérea de Portugal até ao Brasil.

Apesar de toda a atenção que recebeu à chegada o novo almirante manteve-se discreto na sua atuação até à morte que aconteceu em fevereiro do ano seguinte.

O funeral do Almirante Gago Coutinho
Veja Também

O funeral do Almirante Gago Coutinho

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Gago Coutinho e a ligação ao Brasil
  • Tipologia: Reportagem
  • Produção: RTP
  • Ano: 2009