Herberto Helder, uma ausência presente
Ensino:

Herberto Helder (1930-2015) foi um poeta português com obra reconhecida, mas que se manteve - de forma consciente - ausente do espaço público. Recusou prémios, poucas vezes se deixou entrevistar ou fotografar e os seus livros nem sempre são fáceis de encontrar.

É considerado um dos mais importantes poetas da sua geração, mas ficou conhecido por recusar prémios, reconhecimentos e homenagens públicas. Ficou célebre a resposta que deu quando lhe atribuíram o Prémio Pessoa: Pediu ao júri para não contarem a ninguém e atribuírem o prémio a outro.

Herberto Helder nasceu no Funchal em 1930. Adolescente veio para Lisboa estudar Direito, curso que viria a abandonar para se inscrever em Filologia Românica, aulas que nunca completou.

Ao longo da vida foi diretor literário da editorial Estampa, meteorologista, delegado de propaganda médica, bibliotecário, colaborador de diversas publicações periódicas e correspondente da Emissora Nacional.

Herberto Helder, um poeta obscuro
Veja Também

Herberto Helder, um poeta obscuro

Fernando Pessoa: apresentação dos principais heterónimos
Veja Também

Fernando Pessoa: apresentação dos principais heterónimos

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Morte de Herberto Helder
  • Tipologia: Reportagem
  • Autoria: Alexandra Sofia Costa
  • Produção: RTP
  • Ano: 2015