João V, um reinado de ouro
Ensino:

O reinado de D. João V (1689-1750) beneficiou com a descoberta do ouro no Brasil, uma riqueza que permitiu ao país lançar um vasto número de obras monumentais, investir no ensino e também permitiu a implementação de uma monarquia absolutista.

O ouro que chegava com regularidade do Brasil permitiu ao monarca o lançamento de grandes obras, como o convento de Mafra ou o aqueduto das águas livres, mas também o envio de bolseiros portugueses para o estrangeiro e a contratação de professores reconhecidos para o ensino português.

Apesar destas riquezas, ou talvez devido a elas, o rei é também acusado de ter deixado definhar a indústria portuguesa, nomeadamente, a tecelagem até porque Portugal estava submetido ao Tratado de Methuen, um acordo comercial assinado com o Reino Unido que facilitava as trocas do vinho do Porto português pelos tecidos britânicos.

Na fase final do seu reinado D. João V adoeceu e o ouro vindo do Brasil também começou a escassear, situação que lançou o país numa crise económica e anarquia social.

Sociedade e poder nas sociedades de Antigo Regime
Veja Também

Sociedade e poder nas sociedades de Antigo Regime

O absolutismo em Portugal
Veja Também

O absolutismo em Portugal

Temas

Ficha Técnica

  • Título: A Alma e a Gente: Ano Novo, ano bom
  • Tipologia: Extrato de Programa
  • Autoria: José Hermano Saraiva
  • Produção: RTP/ Videofono
  • Ano: 2008
  • Título: Portugal e os Portugueses
  • Tipo: Extrato de Programa
  • Autoria: António Ferronha
  • Produção: RDP Internacional
  • Ano: 1998