Explicador Explicador
Recursos expressivos a nível semântico
Recursos expressivos a nível semântico
Ensino:

Além do seu uso informativo, a língua apresenta outros registos – mais estilísticos, expressivos –, especialmente quando o objetivo comunicativo é provocar algum tipo de emoção no leitor. Isso acontece quer em textos literários, quer em textos que têm o objetivo de influenciar, como por exemplo na publicidade e no marketing. Vamos então conhecer os principais recursos expressivos a nível semântico, ou seja, a nível do significado das expressões linguísticas.

COMPARAÇÃO

Consiste em estabelecer uma relação de semelhança entre dois elementos da frase, por intermédio de uma expressão comparativa (como, assim como…) ou de um verbo com função idêntica (parecer, lembrar…). Observa os seguintes exemplos:

A verdade é como o azeite: vem sempre ao de cima.
A cidade adormecida parecia um cemitério sem fim. (Miguel Torga, Bichos)

METÁFORA

Consiste em estabelecer uma transferência do significado de uma expressão para outra, com a qual mantém uma relação de semelhança. É uma espécie de comparação abreviada, porque não está presente a expressão comparativa. Observa os seguintes exemplos:

A sua beleza, o seu espírito e os rendimentos que herdara atraíram uma nuvem de admiradores. (Júlio Dinis, Os Fidalgos da Casa Mourisca)

Escrever bem é, hoje em dia, uma autêntica prova de esforço.

PERSONIFICAÇÃO

Consiste em atribuir características e qualidades específicas dos seres humanos a animais, objetos, ideias, ações, sentimentos, etc. Observa este exemplo:

Era uma vez
um gato maltês.
Tocava piano
e falava francês.

HIPÉRBOLE

Consiste no emprego de termos linguísticos que exageram a realidade, com o objetivo de realçar uma determinada ideia. Observa o seguinte exemplo:

Santa Maria, até se me puseram os cabelos em pé. (Aquilino Ribeiro, O Malhadinhas)

EUFEMISMO

Consiste no emprego de termos linguísticos que suavizam uma determinada ideia ou realidade desagradável. Observa estes exemplos:

O seu avô partiu. (em vez de «morreu»)
Esse rapaz desviou uma determinada quantia na loja. (em vez de «roubou»)

PERÍFRASE

Consiste em dizer por muitas palavras o que poderia ser dito por poucas. Observa o exemplo seguinte:

Os primeiros raios de sol brotaram por entre as nuvens. (= Amanheceu)

ANTÍTESE

Consiste em apresentar um contraste entre duas ideias. Observa o exemplo seguinte:

Escondeste o teu rosto de marfim.
No véu negro das freiras. (Cesário Verde, O Livro de Cesário Verde)

IRONIA

Consiste em exprimir uma ideia dizendo precisamente o contrário do que se pretende. Observa os exemplos seguintes:

Estás lindo, estás! (quando alguém se sujou)
Olha só que sorte a nossa. (Ao ver uma fila de trânsito, por exemplo)

Matar o bicho? Calma, em sentido figurado
Veja Também

Matar o bicho? Calma, em sentido figurado

Recursos expressivos a nível fónico
Explicador

Recursos expressivos a nível fónico

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Recursos expressivos a nível semântico
  • Área Pedagógica: Gramática
  • Tipologia: Explicador
  • Autoria: Sandra Duarte Tavares
  • Ano: 2022