Pesquisar

A Indústria em Portugal durante a idade média

A idade média foi um período de importante inovação tecnológica e comercial. Assistiu-se ao aperfeiçoamento de diversas tecnologias e também ao nascimento de novas formas de produção e de comércio.

Tanto no período islâmico como na reconquista cristã, as técnicas produtivas são muito semelhantes e utilizam também as mesmas fontes de energia.

No período islâmico, a estrutura económica gira em torno da urbe, enquanto os artesãos e agricultores, gozam de uma certa liberdade e autonomia, pagando taxas às classes dirigentes. Já os cristãos organizam a economia, essencialmente, em redor de senhorios feudais ou monásticos. Estes primeiros são donos das terras e dos meios de produção e os aldeãos são autorizados a trabalhar com eles.

Em termos agrícolas, as ferramentas como o arado ou a enxada, são utilizadas por ambos. O mesmo acontece com a utilização das energias hidráulica e, posteriormente, a eólica.

Importantes neste sistema económico são também os almocreves, comerciantes que garantem as trocas de produtos e a circulação de notícias entre cidades.

Para além da agricultura desenvolvem-se também outras atividades como a salicultura, a pesca, a pastorícia e a mineração. Em termos industriais assiste-se ao crescimento da produção de curtumes, da tecelagem e da cerâmica. Assiste-se também ao crescimento da indústria de construção naval.

Definem-se e reforçam-se poderes de alguns profissionais e artífices e incrementam-se os sistemas de troca e venda de produtos.

Ficha Técnica

  • Título: Indústria em Portugal - A Idade Média Portuguesa
  • Tipo: Documentário
  • Produção: RTP/ AEP
  • Ano: 2000

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Consulte a nossa Política de Privacidade.