Pesquisar

O filme da vida de Manoel de Oliveira

Nascido em 1908, Manoel de Oliveira é o mais velho realizador de cinema do mundo. O seu primeiro filme é de 1931 e ao longo da vida produziu cerca de 50 peliculas.

Em 1931 o filme/documentário “Douro, faina fluvial” foi o seu primeiro trabalho no cinema, mas seria olhado com desconfiança tanto pelo público como pela crítica do país. No estrangeiro a ousadia do tema e da montagem seriam elogiados.

Passam quase dez anos até surgir “Aniki Bóbó”. Depois de estreado este filme, em 1942, Manoel de Oliveira não pegaria tão cedo na câmara, apesar de ter tentado desenvolver vários projetos.

Atleta e corredor de automóveis, Oliveira dedica-se à agricultura para cuidar da família. Reaparece em 1957 com o “Pintor e a Cidade” e, nos anos seguintes, volta a filmar de forma mais regular.

Será a partir dos anos 60 e 70 que Oliveira será consagrado a nível internacional, altura em que filma também com mais regularidade.

  • Temas: Artes, Cinema
  • Ensino: 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: Câmara Clara - Manuel de Oliveira
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Luís Caetano
  • Produção: RTP
  • Ano: 2008

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui