Pesquisar

O Presépio da Basílica da Estrela

Este presépio barroco tem a mão do consagrado escultor Machado de Castro. Executado a pedido da rainha D. Maria, é o primeiro a incluir a adoração dos Reis Magos. Entre cenas bíblicas e do quotidiano, mais de 400 figuras compõem a grandiosa encenação.

Protegido pela maquineta ou armário envidraçado, o presépio que saiu da oficina de Machado de Castro (1731-1822), mede cerca de cinco metros de largura por quatro de altura e mais de três metros de profundidade. Lá dentro, sobre uma estrutura de madeira coberta de musgo, estende-se um palco imenso com mais de 400 figuras que nos contam histórias bíblicas misturadas com cenas várias da vida popular que acrescentam realismo a esta notável obra da arte portuguesa

Na complexa composição descobrem-se personagens surpreendentes como um cego modelado de forma exímia, ou duas expressivas aguadeiras à bulha. Provavelmente estes elementos terão sido executados pelo escultor, o autor da estátua de D. José I, que muito aprendera do ofício com o pai. Mas grande parte destes homens, mulheres, animais, anjos, elementos vegetais e arquitetónicos, foram criados pelo seus colaboradores. Peças saídas do barro a pedido de D. Maria, a rainha que mandou erguer a Basílica da Estrela, em Lisboa, na esperança de ficar grávida.

Por causa desta oferta régia, os Reis Magos aparecem em primeiro plano num presépio português. O escultor, em homenagem à rainha, inclui na representação um grandioso e exótico cortejo, liderado por Gaspar, Melchior e  Baltasar. Como todas as centenas de figuras presentes, enquadram a ação principal, que está centrada  numa manjedoura onde, deitado numas palhinhas, se encontra o menino Jesus.

As portas deste presépio barroco do século XVIII, um dos mais célebres presépios portugueses, abrem-se agora a uma visita  guiada com o historiador de arte Alexandre Pais.

  • Temas: Artes
  • Ensino: 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: Visita Guiada
  • Tipo: Extrato de Programa Cultural
  • Autoria: Paula Moura Pinheiro
  • Produção: RTP
  • Ano: 2015

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui