Pesquisar

Porque Teolinda Gersão escreveu "A Cidade de Ulisses"

A cidade que a lenda diz ter sido fundada por Ulisses é a grande protagonista deste romance. Teolinda Gersão escreve sobre a possibilidade do amor, reflete sobre Portugal e o mundo, sempre com Lisboa à vista, em primeiro plano. Um caso de paixão declarada.

Escolheu para viver a cidade que já existia antes de Portugal começar, séculos de muitas histórias que se propõe  a encontrar nas viagens que faz por ruas e ruelas.  Porque Teolinda Gersão, nascida e criada em Coimbra em 1940, gosta de ser viajante de Lisboa, de andar ao acaso, de olhar para depois escrever.

Para este romance, publicado em 2011, trinta anos depois da sua estreia com o “O Silêncio”, fez uma aprofundada investigação histórica e literária. Não porque quisesse escrever um texto erudito, mas para enriquecer o livro com referências à Lisboa de outras épocas, a cidade fundada por uma lenda chamada Ulisses, personagem da Odisseia do poeta grego Homero, que é figura omnipresente no livro.

Com Lisboa em grande plano, a escritora arquiteta uma outra história de amor, entre um homem e uma mulher, uma dupla de artistas plásticos, para nos dizer que, apesar de todas as dificuldades e do mundo complicado em que vivemos, é possível ter um final feliz. Teolinda Gersão faz  neste video um resumo de “A Cidade de Ulisses”, o primeiro romance que escreveu com a voz de um homem.

Ficha Técnica

  • Título: Ler+ ler melhor - Teolinda Gersão, "A Cidade de Ulisses"
  • Tipo: Extrato de Programa
  • Produção: Filbox produções
  • Ano: 2011

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui