Pesquisar
Conteúdo cedido por Escola Mágica

A Guerra Fria: as razões do antagonismo entre as superpotências

Com o fim da II Guerra Mundial e o surgimento de tensões entre as novas superpotências, os Estados Unidos da América e a União Soviética, outros países procuraram associar-se a um ou a outro - consoante os seus interesses sócio-económicos - formando aquilo que se designou por blocos.

Os EUA lideraram o Bloco Ocidental e a URSS o Bloco de Leste, criando organizações de âmbito politico, militar e económico para prolongar a sua influência.  Foi neste quadro que surgiram o Plano Marshall e a Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) no primeiro bloco, ou o Plano Molotov e o Pacto de Varsóvia no segundo. .

Conteúdo fornecido pela Escola Mágica, ao abrigo de uma parceria com o Ensina. Destina-se a alunos do 9.º ano do terceiro ciclo de ensino.

Ficha Técnica

  • Título: A Guerra Fria: as razões do antagonismo entre as superpotências

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui