Pesquisar

A Madeira e a Viagem do Açúcar (II)
O império português e o açúcar da Madeira

No segundo episódio desta série pretende-se relacionar a história da Madeira e da cultura do açúcar com a história de Portugal e da sua expansão. O açúcar permitiu aos madeirenses a independência e um poder económico que, de outra forma, nunca teriam alcançado.

A expansão portuguesa começa quando, a 21 de agosto de 1415, as tropas de D. João I conquistam a praça de Ceuta, no norte de África. Rodeada de inimigos e incapaz de se sustentar, a coroa portuguesa sabe que as  praças marroquinas não chegam e decide procurar terras e riquezas para sul, em direção à Guiné e seguindo o caminho do mar.

É nesta estratégia expansionista que se inserem a colonização da Madeira e dos Açores, e a ocupação de territórios cada vez mais distantes. Quando se retoma a conquista de pontos estratégicos em Marrocos, já é possível beneficiar do dinheiro do açúcar madeirense e dos seus homens de armas.

A série “A Madeira e a História do Açúcar” leva-nos a conhecer a relação que existe entre aquele arquipélago e o açúcar. É conhecida a importância deste produto nas nossas vidas, mas desconhecemos a forma como marcou a história de Portugal e o papel que a Madeira desempenhou como plataforma de produção e desenvolvimento de uma tecnologia que se expandiu para todo o mundo.

  • Temas: História
  • Ensino: 3º Ciclo, Ensino Secundário

Ficha Técnica

  • Título: A Madeira e a Viagem do Açúcar - O império português e o açúcar da Madeira
  • Tipo: Programa
  • Autoria: Francisco Faria Paulino
  • Produção: RTP/ Edicarte
  • Ano: 2017

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui