Bernardino Machado
A primeira viagem oficial ao estrangeiro de um Presidente Português
Ensino:

Sete anos depois da proclamação da República, Bernardino Machado protagonizava uma viagem inédita pela Europa. Era o primeiro presidente do novo regime a fazê-lo. Foi recebido e condecorado por Chefes de Estado e Reis de vários países. Mas o grande objetivo desta primeira visita oficial ao estrangeiro seria encontrar-se com os soldados portugueses que combatiam na 1.ª Guerra Mundial. A aventura começou a 8 de outubro de 1917.

Quando, a 8 de outubro de 1917, Bernardino Machado acompanhado de uma pequena comitiva, partia num comboio especial da Estação do Rossio, em Lisboa, levava consigo um plano bem estudado para os longos e cansativos 18 dias de viagem pela Europa: obter reconhecimento internacional para a jovem República e visitar os soldados que combatiam na Flandres francesa desde o início do ano.

Os relatos que chegavam da frente de batalha eram desanimadores. O Corpo Expedicionário Português debatia-se com dificuldades impensáveis; os militares não tinham roupa nem calçado apropriados ao clima inóspito das planícies do rio Lys, muito menos o treino e os meios certos para resistirem aos ataques dos alemães que, um ano antes, em março de 1916, tinham declarado guerra a Portugal.

A Alemanha declara guerra a Portugal
Veja Também

A Alemanha declara guerra a Portugal

Havia muitas baixas, as tropas desmoralizavam. Revela-se de maior importância testemunhar o sacrifício que milhares de homens faziam em nome da nação, dar-lhes apoio moral, transmitir-lhes a ideia de que o seu esforço nunca seria esquecido. Foi o que o Presidente pretendeu fazer nos encontros que manteve com soldados nas trincheiras, nas visitas que fez aos feridos nos hospitais; a todos manifestava a “solidariedade de Portugal inteiro”.

Bernardino Machado condecorou praças e oficiais com a Cruz de Guerra, mas também ele foi condecorado por reis e por um presidente, nesta viagem que ficou para a história como a primeira iniciativa diplomática da I República. Recebido por Afonso XIII de Espanha, Alberto I da Bélgica, Jorge V de Inglaterra e o presidente Raymond Pincaré de França, o Chefe de Estado português conquistava assim o reconhecimento dos países aliados para o novo regime, proclamado no dia 5 de outubro de 1910.

A viagem teve eco na imprensa estrangeira e, mais de um século depois, é possível continuar a recordá-la com pormenor no diário escrito por Ângelo Vaz, o secretário particular do presidente.

A visita do Presidente Bernardino Machado na imprensa inglesa.

Elsa Alípio, comissária da exposição “Boa viagem, Senhor Presidente! De Lisboa à Guerra – 100 anos da primeira visita de Estado”, realizada em 2018, resume nesta peça o invulgar acontecimento que terminou no dia 25 de outubro de 1917, na mesma Estação do Rossio, com uma cidade parada e engalanada para receber o seu Presidente. Por pouco tempo. O mandato seria em breve interrompido pelo golpe militar de Sidónio Pais.

Tempos de guerra e de conspirações
Veja Também

Tempos de guerra e de conspirações

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Nada Será Como Dante
  • Tipologia: Extrato de Programa Cultural - Reportagem
  • Produção: até ao Fim do Mundo
  • Ano: 2018