Pesquisar

As Guardiãs do Sado

O estuário do Sado é um dos poucos locais em Portugal onde ainda existem pradarias marinhas. Pescadoras e biólogas juntaram-se para salvar esta floresta do mar. Essencial à biodiversidade, protetor das zonas costeiras, regulador do clima e preponderante para a economia piscatória, este tipo de habitat encontra-se em declínio acelerado em todo o mundo.

São como searas verdes ondulantes agarradas ao fundo do rio onde o Sado se une ao mar, junto a Setúbal. Um território com mais de 23 mil hectares que é Reserva Natural. Ali nidificam e passam a invernada duas centenas de espécies de aves, ali se alberga uma população de golfinhos-roazes – os únicos cetáceos residentes que fazem do estuário local de alimentação e acasalamento em Portugal -, sendo que as pradarias têm uma extrema importância como maternidade para peixes e invertebrados.

As pradarias marinhas têm vindo a desaparecer a um ritmo demolidor em todo o mundo: a cada hora perde-se o equivalente a dois campos de futebol. São por isso considerados habitats em perigo de extinção. Sobrepesca e técnicas como arrasto de fundo, dragagens, contaminação da água por resíduos urbanos e industriais, construção de infraestrutas no litoral e eventos extremos associados às alterações climáticas estão entre as principais ameaças.

Com o objetivo de proteger este ecossistema, a Ocean Alive – a primeira cooperativa portuguesa dedicada à proteção do oceano – lançou um desafio às mulheres da comunidade piscatória do Sado. As pescadoras são agora guias marinhas, agentes de sensibilização em campanhas de mariscar sem lixo e juntaram-se aos cientistas como monitoras das pradarias. De barco, pelo areal ou no lodo, as guardiãs aprenderam o bem que é uma pradaria marinha e são agora líderes na alteração de comportamentos: o respeito total pela vida marinha.

Ficha Técnica

  • Título: Linha da Frente - As Guardiãs do Sado, temporada 23 - episódio 5
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Sandra Salvado / Rui Machado Rodrigues / Sara Cravina
  • Produção: RTP
  • Ano: 2021

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui