Recuperação de Ecossistemas
A Sustentável Vida das Berlengas
Ensino:

É possível recuperar um ecossistema em risco? A provar que sim, o Projeto Life Berlengas devolveu a esperança às plantas e às aves do arquipélago, ao salvar espécies ameaçadas. Com invasores expulsos e nativos protegidos foi restaurado o equilíbrio original.

É nas fendas graníticas da Berlenga Grande que a Armeria berlengensis – uma planta única no mundo – agarra as raízes. Mas esteve por um fio a sua sobrevivência, devido à invasão espécies como o chorão. Em grande risco estiveram também as cagarras e as galhetas, aves migratórias que nidificam no arquipélago e são o seu emblema, mas cujos ninhos eram alvos fáceis do rato-preto e de coelhos, também eles invasores deste território.

Situado ao largo de Peniche, o arquipélago das Berlengas representa um tesouro biológico composto por plantas exclusivas e habitats únicos na costa portuguesa. Um ecossistema em risco de se perder que centenas de especialistas e voluntários de um conjunto de organizações salvaram, através do Projeto Life Berlengas, provando, desde 2015, que a vontade humana pode dar ao Planeta um final feliz.

Migradores de Longa Distância: entre o Tejo e o Ártico
Veja Também

Migradores de Longa Distância: entre o Tejo e o Ártico

A partir do farol montaram-se ações, como a monitorização de ninhos nas escarpas, o arranque em massa de plantas infestantes ou a criação de “pássaros-espantalho” que, agarrados aos barcos, afugentam, com sucesso, as aves migratórias que encontravam a morte nas artes de pesca. Um trabalho em várias frentes, que passa também pela gestão do acesso humano à área designada pela Unesco – Reserva Mundial da Biosfera.

O Regresso dos Castores
Veja Também

O Regresso dos Castores

Interações bióticas/abióticas, extinção e conservação de espécies
Explicador

Interações bióticas/abióticas, extinção e conservação de espécies