Pesquisar

Batalha de Alcácer-Quibir

Luís Costa Sousa, autor do livro "Alcácer Quibir", explica a forma como decorreu a batalha e como se organizou o exército português para o combate e onde se perdeu o rei D. Sebastião.

Esta derrota levou à crise dinástica de 1580 e ao nascimento do mito do Sebastianismo.

O exército português, constituído por cerca de 20 mil soldados (dos quais 5000 eram estrangeiros) saiu de Lisboa em aproximadamente 800 navios. Nas redondezas da cidade de Alcácer-Quibir, enfrentou os homens de Muley Mahamet e perdeu a batalha e o rei, morto durante o recontro.

O corpo do rei português terá sido mostrado aos sobreviventes portugueses, mas o mito de que teria sobrevivido e de que voltaria para resolver os problemas do país manteve-se vivo durante décadas.

Ficha Técnica

  • Título: "À Volta dos Livros", entrevista Com Luís Costa Sousa sobre o livro "Álcacer Quibir”
  • Tipo: Entrevista
  • Autoria: Ana Aranha
  • Produção: RTP
  • Ano: 2009

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui