José Luís Peixoto também escreve livros infantis
Ensino:

O primeiro livro infantil de José Luís Peixoto é um elogio à maternidade. A história do menino filho da chuva está muito bem acompanhada pelas ilustrações de Daniel Silvestre da Silva. O autor faz aqui as apresentações de "A Mãe que Chovia".

Depois dos livros de poesia e dos romances premiados, José Luís Peixoto quis escrever sobre as relações entre mães e filhos, sobre ausência e altruísmo. Aventurou-se na literatura para os mais novos com a história de um menino que aprende a partilhar o amor da mãe com o mundo inteiro. A mãe é a chuva, com quem ele brinca e troca ternuras, e que é obrigada a abandoná-lo quando o verão se aproxima. O menino sente-lhe a falta, reclama a sua presença, mas é na distância que vai descobrir a riqueza do significado da mãe que chove e faz nascer vida noutros lugares.

Escrita e desenhada com imaginação e engenho, a história de José Luís Peixoto, ilustrada por Daniel Silvestre Silva, recorre ao uso de metáforas e a uma linguagem que requerem explicações por parte dos mais pequenos. A narrativa foi assim construída propositadamente, para juntar mães e filhos na leitura de um livro que precisa de ser decifrado com afetos.

História sobre uma Coisa tão Pequena que nos Pode Salvar
Veja Também

História sobre uma Coisa tão Pequena que nos Pode Salvar

Aventuras da Engrácia
Veja Também

Aventuras da Engrácia

Matilde Rosa Araújo: era uma vez escrever para crianças
Veja Também

Matilde Rosa Araújo: era uma vez escrever para crianças

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Ler+ ler melhor - José Luís Peixoto "A mãe que chovia"
  • Tipologia: Extrato de Magazine Cultural
  • Produção: Filbox produções
  • Ano: 2012