Manuscrito de padre António Vieira reencontrado
Ensino:

Tem por título "Clavis Prophetarum" - em português corrente "A Chave dos Profetas" -, foi escrito pelo padre António Vieira, e acreditava-se que estaria perdido para sempre. Um grupo de especialistas portugueses encontrou o manuscrito na Biblioteca Gregoriana, em Roma, e apresentou-o em maio de 2022.

O manuscrito, com mais de 300 anos, encontrava-se bastante degradado e, para voltar a ser lido, teve de passar por um processo de restauração que se prolongou por cerca de dois anos.

O trabalho de pesquisa foi liderado por Ana Travassos Valdez, especialista em literatura e investigadora do Centro de História da Universidade de Lisboa, e Arnaldo do Espírito Santo, professor emérito da Faculdade de Letras. Envolvidos estiveram também um  grupo de investigadores italianos.

O documento – que terá viajado entre Portugal, Brasil e Roma  – reúne a visão profética do padre António Vieira. Nestas páginas, desenvolvem-se também temas como a conceção do mundo, a espiritualidade, a história da filosofia e o papel de Portugal num mundo pós-descobertas.

Nesta reportagem pode ouvir declarações de Ana Travassos Valdez, investigadora da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa; padre Martin Morales, diretor do Arquivo Histórico da Universidade Gregoria; Arnaldo Espírito Santo, professor da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e padre Nuno da Silva, reitor da Universidade Gregoriana de Roma.

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Manuscrito original "Clavis Prophetarum"
  • Tipologia: Reportagem
  • Autoria: Teresa Nicolau
  • Produção: RTP
  • Ano: 2022