O botânico global
Ensino:

Correu meio mundo atrás de plantas e para ajudar o planeta, ensina tudo o que aprende. As expedições e a passagem do conhecimento são as marcas de vida de um dos mais conceituados botânicos do mundo. O cientista Jorge Paiva acredita que um futuro mais responsável está nas mãos dos mais novos.

O trabalho desenvolvido por um dos mais prestigiados investigadores de plantas, Jorge Paiva, está plasmado em cerca de 500 públicações na área do ambiente e nas quas 2000 palestras que juntou às aulas como professor universitário. Pelo mundo, das Galápagos a Moçambique, da Islândia à Amazónia, deu nome a 140 espécies de plantas e foi especialista da secção de História Natural do Museu Britânico.

Este encanto pelo planeta verde chegou na meninice, quando “fugia para a floresta e subia às árvores e por causa da professora de biologia, tirei biologia”. Tão simples como descomplicada é a sua forma de comunicar, o que faz dele um dos mais respeitados comunicadores de ciência no campo da educação ambiental.

Árvores que tombam, planeta que agoniza
Veja Também

Árvores que tombam, planeta que agoniza

Preocupa-o o desenfreamento na destruição das florestas, mas acredita que é das cabeças dos que são agora mais novos que podem sair soluções que até hoje nunca chegaram, apesar de prometidas. A água é a sua outra grande inquietação. O recurso gasto como se não tivesse fim. E quanto ao aquecimento global, vaticina: as plantas até podem aguentar, o homem é que não.

Plantar eucaliptos com pés e cabeça
Veja Também

Plantar eucaliptos com pés e cabeça

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Outras Histórias - O Botânico Global - temporada 2, episódio 32
  • Tipologia: Reportagem
  • Autoria: Luís Henrique Pereira / Pedro Teodoro / Marcelo Sá Carvalho / Tiago Vitória
  • Produção: RTP
  • Ano: 2019