Volta ao Mundo em Cem Livros

“Odisseia”, a viagem interminável de Homero

A Homero se atribui este poema, aventura épica de um homem que demora dez anos a encontrar o caminho de volta para casa. A viagem é longa, cheia de obstáculos a desafiarem a coragem e a prudência de Ulisses – ou Odisseu –, herói de Troia que, com um cavalo de madeira, conquistara as muralhas troianas. Das histórias desta guerra contadas na Ilíada, a primeira epopeia homérica, parte com 12 naus para a Odisseia dos doze mil versos, onde enfrenta deuses e cantos de sereias, feiticeiras que transformam humanos em porcos, gigantes ciclópicos e outros seres extraordinários que o afastam da mítica Ítaca, onde o filho e a mulher o esperam, a paciente e fiel Penélope que desfaz à noite à noite o que teceu durante o dia para iludir os Pretendentes que ocupam o Palácio e querem apagar Ulisses da sua vida e memória. 

Busto imaginado de Homero

A figura de Ulisses povoou o imaginário de um povo que, de boca em boca, mantinha vivos os feitos dos heróis de Troia, uma imensa teia de palavras que ajudou a construir a identidade de uma nação. Os textos que o grego Homero escreveu por volta do século VIII antes da era cristã, antes de os livros do Antigo Testamento estarem terminados, são fundadores da literatura e da cultura da europa ocidental. Foi na Grécia Antiga que tudo começou. Regressamos ao princípio da história com a jornalista Alexandra Lucas Coelho. 

“Memórias de Adriano”, o grande imperador de Marguerite Yourcenar
Veja Também

“Memórias de Adriano”, o grande imperador de Marguerite Yourcenar

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Volta ao Mundo em Cem Livros
  • Tipologia: Programa Literário
  • Autoria: Alexandra Lucas Coelho
  • Produção: RTP
  • Ano: 2022