Explicador Explicador
As funções sintáticas ou relações gramaticais
As funções sintáticas ou relações gramaticais
Ensino:

Sabias que as palavras de uma frase se organizam tendo em conta as relações que estabelecem entre si? Essas relações chamam-se relações gramaticais ou funções sintáticas e é sobre este tema que vamos falar!

Qualquer frase contém dois termos fundamentais: o sujeito e o predicado. Estas duas funções sintáticas são centrais numa frase, porque em qualquer situação de comunicação nós dizemos alguma coisa (predicamos) sobre alguma coisa ou alguém (sujeito). Vamos então conhecer cada uma das funções sintáticas, bem como as características de cada uma. Começamos pelo sujeito.

SUJEITO

O sujeito é a função sintática desempenhada pelo constituinte que concorda em pessoa e número com o verbo. Pode ser:

— Simples (um grupo nominal apenas)

 A Matilde fez uma tarte de maçã.
No sábado, as crianças foram ao museu.
Chegaram os grandes ilusionistas romenos.

— Composto (dois grupos nominais)

O professor e os alunos analisaram o texto em conjunto.
Chegaram os ilusionistas e os palhaços.

O sujeito pode ser substituído pelos seguintes pronomes pessoais: eu, tu, ele/ela, nós, vós, eles/elas.

O Miguel não leu o texto.
Ele não leu o texto.

A educadora e as crianças cantaram uma canção.
Elas cantaram uma canção.

PREDICADO

O predicado é a função sintática desempenhada pelo grupo verbal. Pode ser constituído apenas pelo verbo ou pelo verbo e os seus complementos.

O Pedro chegou. (predicado constituído apenas pelo verbo)
O professor elogiou o trabalho dos alunos. (predicado constituído pelo verbo e os complementos do verbo)

VOCATIVO

O vocativo é a função sintática desempenhada pela expressão nominal que designa a pessoa a quem nos dirigimos. É muitas vezes antecedido da interjeição de chamamento ó e na escrita deve ser sempre separado por vírgula:

Ó Joana, traz-me o guarda-chuva!
Olá, Sr. António, bom dia!

COMPLEMENTO DIRETO

O complemento direto é um constituinte exigido pelo verbo, sem o qual o significado global da frase ficaria incompleto. É um grupo nominal que pode ser substituído pelos seguintes pronomes pessoais: –me, -te, -o/-a, -nos, -vos, -os/-as:

O tio Patinhas coleciona moedas antigas.
O tio Patinhas coleciona-as.

COMPLEMENTO INDIRETO

O complemento indireto é um constituinte exigido pelo verbo, sem o qual o significado global da frase ficaria incompleto. É um grupo preposicional (introduzido pela preposição «a») que pode ser substituído pelos seguintes pronomes pessoais: -me, -te, -lhe, -nos, -vos, -lhes:

A Leonor contou o segredo à sua melhor amiga.
A Leonor contou-lhe o segredo.

COMPLEMENTO OBLÍQUO

O complemento oblíquo é um grupo preposicional, introduzido por qualquer preposição (a, com, de, em, para, por, etc.) e nunca pode ser substituído pelo pronome pessoal dativo –lhe. É selecionado pelo verbo e, por isso, faz parte do predicado.

A Mafalda pôs o livro na estante.
Ninguém faltou à reunião.
O Vasco conversou com a Patrícia.
Os alunos foram para casa.

COMPLEMENTO AGENTE DA PASSIVA

O complemento agente da passiva é um grupo preposicional, introduzido pela preposição por e precedido de um verbo na voz passiva. Corresponde ao sujeito da voz ativa e faz parte do predicado.

A tarte de maçã foi feita pela cozinheira.

PREDICATIVO DO SUJEITO

O predicativo do sujeito é um grupo adjetival ou um grupo nominal que ocorre com verbos copulativos: ser, estar, parecer, ficar, permanecer, etc.

O elefante está zangado.
O Rui é jornalista.

PREDICATIVO DO COMPLEMENTO DIRETO

O predicativo do complemento direto é um grupo adjetival ou um grupo nominal que ocorre com verbos transitivos predicativos: considerar, achar, nomear, eleger, tornar, julgar, deixar, etc.

Este champô deixa os cabelos macios.
Nomearam o Rodrigo presidente da associação.

MODIFICADOR VERBAL

O modificador verbal é um grupo preposicional ou um grupo adverbial que não é selecionado pelo verbo e pode, por isso, ser eliminado da frase. Não faz parte do predicado.

Os pais do Bernardo compraram uma casa no Algarve.
As crianças foram ao circo ontem de manhã.

 

“A gente” tem de concordar com o verbo
Veja Também

“A gente” tem de concordar com o verbo

Relações de significado entre as palavras
Explicador

Relações de significado entre as palavras

Temas

Ficha Técnica

  • Título: As funções sintáticas ou relações gramaticais
  • Área Pedagógica: Gramática
  • Tipologia: Explicador
  • Autoria: Sandra Duarte Tavares
  • Ano: 2022