Explicador Explicador
Palavras que pertencem a várias classes gramaticais
Palavras que pertencem a várias classes gramaticais
Ensino:

Sabias que algumas palavras podem pertencer a diferentes classes gramaticais? Só quando são inseridas numa frase é que podemos determinar qual a classe a que uma palavra pertence. Observa atentamente os principais casos.

A
(1) Determinante artigo definido – Ex.: Já encontrei a minha chave.
(2) Pronome pessoal – Ex.: Eu perdi-a ontem de manhã.
(3) Pronome demonstrativo – Ex.: A que perdi foi a do carro.
(4) Preposição – Ex.: Fui a casa buscar uma chave suplente.

COMO
(1) Advérbio interrogativo – Ex.: Como te chamas?
(2) Advérbio de modo – Ex.: Fiz a receita como me ensinaste.
(3) Conjunção subordinativa causal – Ex.: Como está bom tempo, vamos à praia.
(4) Conjunção subordinativa comparativa – Ex.: Ela fala tão bem inglês como tu.

LOGO
(1) Advérbio de tempo – Ex.: Logo à noite vamos ao teatro.
(2) Conjunção coordenativa conclusiva- Ex.: Penso, logo existo.

MUITO
(1) Advérbio de quantidade – Ex.: Os morangos estão muito caros.
(2) Quantificador existencial – Ex.: Comprei muitos morangos.
(3) Pronome indefinido – Ex.: Muitos estavam pisados.

O
(1) Determinante artigo definido – Ex.: O Tomás sujou o bibe.
(2) Pronome pessoal – Ex.: Ele rasgou-o no escorrega.
(3) Pronome demonstrativo – Ex.: O da Mariana está limpinho.

ONDE
(1) Advérbio interrogativo – Ex.: Onde moras?
(2) Advérbio relativo – Ex.: A rua onde moro é tranquila

PARA
(1) Preposição – Ex.: Estas flores são para ti.
(2) Conjunção subordinativa final – Ex.: Põe-nas numa jarra, para não murcharem.
(3) Conjunção subordinativa integrante – Ex.: Ela pediu para sair mais cedo.

PORQUE
(1) Advérbio interrogativo – Ex.: Porque faltaste às aulas?
(2) Conjunção subordinativa causal – Ex.: Faltei às aulas, porque estive doente.
(3) Conjunção coordenativa explicativa – Ex.: Ela deve estar triste, porque está a chorar.

QUANDO
(1) Conjunção subordinativa temporal – Ex.: Quando cheguei a casa, abri todas as janelas.
(2) Advérbio interrogativo – Ex.: Quando fazes anos?

QUANTO
(1) Quantificador interrogativo – Ex.: Quantas moedas tens aí?
(2) Pronome interrogativo – Ex.: Quanto custou esse livro?
(3) Quantificador relativo – Ex.: Fiz tantas correções ao texto quantas foi possível fazer.

QUE
(1) Conjunção subordinativa integrante – Ex.: Ele disse que não ia à festa.
(2) Pronome relativo – Ex.: Gostei muito do livro que me ofereceste.
(3) Determinante interrogativo – Ex.: Que livros compraste?
(4) Pronome interrogativo – Ex.: O que compraste?
(5) Conjunção subordinativa consecutiva – Ex.: O teste era tão difícil, que desisti a meio.
(6) Conjunção subordinativa comparativa – Ex.: O João é mais alto do que o Pedro.
(7) Conjunção coordenativa explicativa – Ex.: Despacha-te, que chegamos atrasados.
(8) Partícula enfática – Ex.: Fui eu que parti o copo.

QUEM
(1) Pronome relativo – Ex.: Esse é o jornalista de quem te falei.
(2) Pronome interrogativo – Ex.: Quem convidou a Leonor?

SE
(1) Pronome pessoal reflexo – Ex.: A Inês maquilha-se todos os dias.
(2) Pronome pessoal recíproco – Ex.: Eles abraçaram-se.
(3) Pronome indefinido – Ex.: Não se pode fumar aqui.
(4) Conjunção subordinativa integrante – Ex.: Não sei se vou hoje ao cinema.
(5) Conjunção subordinativa condicional – Ex.: Se quiseres, podes ir comigo.
(6) Pronome pessoal passivo – Ex.: Vendem-se apartamentos.
(7) Pronome pessoal inerente – Ex.: O noivo arrependeu-se.

SEGUNDO
(1) Adjetivo numeral – Ex.: Fiquei em segundo lugar.
(2) Preposição – Ex.: Segundo ouvi nas notícias, amanhã vai chover.
(3) Nome – Ex.: Dá-me um segundo. Volto já.

Onde e aonde: descobre a diferença
Veja Também

Onde e aonde: descobre a diferença

Colocação dos pronomes pessoais
Explicador

Colocação dos pronomes pessoais

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Palavras que pertencem a várias classes gramaticais
  • Área Pedagógica: Gramática
  • Tipologia: Explicador
  • Autoria: Sandra Duarte Tavares
  • Ano: 2022