Pesquisar

Laranja do Algarve, uma história de séculos e de futuro

Em Portugal, são colhidas 80 a 100 toneladas de laranjas por dia. É no sul do país que se cultiva a esmagadora maioria deste fruto que é o mais consumido no mundo. Chegou pela mão dos descobridores no século XVI e os dados apontam para um futuro promissor.

O sector dos citrinos é dos que mais tem evoluido na agricultura nacional. A laranja é o segundo fruto mais produzido em Portugal, depois da maçã. Pensar em laranjas e associa-las ao Algarve é uma imagem que nos surge com a maior naturalidade. Por excelência, as solarengas terras do sul são as mais nobres para o cultivo. Devido às características do solo, à quase ausência de geadas e à longa exposição solar.

Apesar de as laranjas também serem plantadas no Ribatejo e na zona da Vidigueira, no Alentejo, 83% da produção nacional concentra-se na região algarvia, onde ao fruto é caracterizado por uma cor intensa, forte doçura e por ser muito sumarento.

Apesar do incremento da produção nos últimos anos, é ainda insuficiente para alimentar o mercado nacional e os pedidos de exportação.

Em Portugal, a comercialização de laranja ocorre durante todo o ano, devido à utilização de variedades de meia estação e as chamadas variedades tardias. As “Dalmau” e as “Newhall” são colhidas entre novembro e março, as “Baía” e as  “Jaffa” de fevereiro a abril e as Valencia late e “Lane late” entre março a agosto (estas, só mesmo no Algarve).

Crê-se que os portugueses terão introduzido o fruto na Europa a partir da China, no século XVI, e que depois o levaram para o continente americano, onde hoje se encontram as maiores plantações de laranjas do mundo.

Por este motivo, hoje em dia as laranjas são denominadas portuguesas em alguns países. Tome nota: em romeno laranja diz-se “portocálâ”, os búlgaros e os turcos chamam-lhes “portukal” e os gregos “portukáli”. Seguindo no mapa, em língua persa, falada no Irão, no Afeganistão e em países como a Arménia, a Geórgia ou o Iraque, mas também em árabe, a palavra “Portugal” significa “laranja”!

 

Ficha Técnica

  • Título: Faça Chuva ou Faça Sol
  • Tipo: Extrato de Programa
  • Produção: RTP
  • Ano: 2019

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui