Pesquisar

Preparar um país para eleições

Para realizar as eleições para a Assembleia Constituinte, no dia 25 de Abril de 1975, assistiu-se a um gigantesco trabalho de preparação e informação, com o objetivo de recensear a população e explicar como tudo iria decorrer.

Caras conhecidas da televisão explicaram o que eram, como funcionavam e para que serviam umas eleições. Outros surgiram a explicar o que era uma Assembleia Constituinte. Milhares de outros, gente anónima, em juntas de freguesia ou em casas do povo, fizeram o recenseamento de cerca de seis milhões de pessoas quase em tempo recorde, enquanto davam também as explicações necessárias para se poder votar em consciência.

A preparação do ato eleitoral para a Assembleia Constituinte, mobilizou o país muito antes da ida às urnas. Pela primeira vez a votação seria livre e universal e a maioria da população não fazia ideia do que isso era ou de como o fazer.

Nesta reportagem podemos ouvir depoimentos de Jorge Miguéis, Diretor-geral da Administração Eleitoral, Jorge Miranda, Membro da Comissão da Lei Eleitoral em 1974, Alice Vieira, Membro da Comissão Recenseadora em Lisboa e António Moreira, Membro da Comissão de  Recenseamento da Póvoa do Varzim.

Ficha Técnica

  • Título: 25 de Abril, democracia e eleições
  • Tipo: Reportagem
  • Autoria: Ana Luísa Rodrigues/ André Castro Ribeiro
  • Produção: RTP
  • Ano: 2015

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui