Pesquisar

A Vossa Terra, a paisagem segundo Gonçalo Ribeiro Telles

Cidades verdes, com homens e pardais. Assim as sonhou, as desenhou e as viu tomarem forma. Responsável, entre outros projetos, pelos jardins da Fundação Calouste Gulbenkian, Gonçalo Ribeiro Telles dedicou uma vida à construção da paisagem. O pensamento do arquiteto sobre a forma de planear e construir as nossas cidades alterou conceitos e mentalidades. É sempre o homem que caminha para a natureza e só poderá salvar-se respeitando-a.

“A construção da paisagem humanizada faz-se procurando harmonizar os interesses do homem e da natureza, porque ele é ao mesmo tempo senhor e escravo dela. Senhor porque tem cada vez mais possibilidade de a alterar e até destruir, escravo porque se não utilizar a natureza em benefício da humanidade (…) utilizando sabiamente todas as suas possibilidades, será por ela amordaçado e escravizado. A comunidade humana deve marchar para uma maior dignidade, utilizando e amando o único instrumento capaz de a manter e libertar – a natureza.”

Nesta ideia de Gonçalo Ribeiro Telles, exposta na última aula que deu, na Universidade de Évora, está a célula fundamental que atravessa todo o seu percurso profissional. Foi determinante para a definição de uma política de ambiente e de paisagem em Portugal, com destaque para a Reserva Agrícola e a Reserva Ecológica Nacionais. São da sua responsabilidade as propostas da Lei de Bases do Ambiente e outras, como a da Regionalização, a da Condicionante da Plantação de Eucaliptos, a dos Baldios, a da Caça e a de Impacte Ambiental. Foi o homem que trouxe pela primeira vez a ecologia para a política.

Já os projetos do arquiteto paisagista mudaram a imagem de Lisboa, mas também a forma como os habitantes vivem a cidade. Concebeu o célebre corredor verde – uma pista para peões e ciclistas que liga os Restauradores ao Parque Florestal de Monsanto. – Grande defensor dos parques naturais, dos jardins e das hortas urbanas, os seus planos como arquiteto paisagista moldaram de forma significativa não só a capital, mas toda a área metropolitana, sendo os Jardins da Gulbenkian o seu ex-libris pelo qual há-de ser sempre reconhecido.

Subjacente a todos os seus projetos está a ideia de como colocar o homem na paisagem natural, de forma integrada, sem conflito. Para Gonçalo Ribeiro Telles era possível construir essa segunda natureza na paisagem, conservando a essência, em plena harmonia. Para melhor se entender a filosofia de vida e de trabalho deste homem singular, o documentário “Vossa Terra”, onde pelas imagens, pelas paisagens e pelas palavras do próprio arquiteto se revela o mistério.

Obras de destaque de Gonçalo Ribeiro Telles:

  • Jardins da Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa)
  • Jardins do Castelo de São Jorge (Lisboa)
  • Plano Integrado de Almada
  • Jardim Amália Rodrigues (Lisboa)
  • Corredor Verde de Monsanto (Lisboa)
  • Urbanização da Quinta Grande (Oeiras)
  • Mata de Alvalade (Lisboa)

Ficha Técnica

  • Título: A Vossa Terra
  • Tipo: Documentário
  • Produção: Costa do Castelo Filmes / CINEMATE / RTP
  • Ano: 2020

A RTP utiliza cookies no seu sítio para lhe proporcionar uma experiência mais agradável e personalizada. Saiba mais aqui