Centro de Arte Oliva, em São João da Madeira
Ensino:

Três mil peças de arte contemporânea e arte bruta pertencentes a duas coleções particulares e cedidas a título de empréstimos constituem o núcleo expositivo do Centro de Arte Oliva, localizado em São João da Madeira, nas instalações da antiga fábrica Oliva.

Um dos núcleos – a Coleção Norlinda e José Lima – tem cerca de 1200 obras, representando 250 artistas portugueses e 230 estrangeiros, desde 1926 até aos nosso dias. É uma das maiores coleções privadas de arte contemporânea do país, incluindo pintura, escultura, desenho, fotografia, instalações, filme e vídeo.

Os museus de arte no século XX
Explicador

Os museus de arte no século XX

A colecção Treger/Saint Silvestre, de arte Arte Bruta/Outsider, por seu lado, reúne mil e quinhentas obras de 350 artistas que mostram a evolução da história desta arte marginal, abrangendo uma grande amplitude cronológica que se estende dos finais do século XIX aos ao presente.

O conceito de Arte Bruta/Outsider nasceu com o artista Jean Dubuffet e designa a criação artística livre, realizada por quem está longe dos valores do mundo das belas-artes.

Este programa integra a série “Em Busca do Museu Desconhecido”, na qual a RTP efetua uma viagem por todo o país, mostrando espaços museológicos menos conhecidos do grande público.

Museu do Chiado
Veja Também

Museu do Chiado

Museu de Arte Sacra do Funchal
Veja Também

Museu de Arte Sacra do Funchal

Temas

Ficha Técnica

  • Título: Em Busca do Museu Desconhecido - Centro de Arte Oliva
  • Tipologia: Programa
  • Autoria: Margarida Metello/ Sofia Leite
  • Produção: RTP
  • Ano: 2020